Home / Cuidados / Cães agressivos – atender ou não? Descubra aqui

Cães agressivos – atender ou não? Descubra aqui

Trabalhar com cães agressivos é um assunto que pode despertar um pouco de angústia em alguns profissionais de banho e tosa.

Afinal, esse tipo de personalidade consegue impactar diretamente na segurança do procedimento, tanto para o profissional quanto para o bichinho de estimação.

Por isso, não é nada incomum surgirem dúvidas como: atender ou não atender os animais que apresentam comportamento agressivo? E é exatamente sobre isso que falaremos no texto a seguir, confira!

Devo realizar o serviço com cães agressivos?

A verdade é que só você poderá decidir se atende cães agressivos ou não.

Entretanto, independente de qual seja seu impedimento para realizar o serviço com animais que possuem essa personalidade. Então, é preciso entender que toda agressividade tem um motivo.

Portanto, na maioria dos casos, é possível controlar a situação e desenvolver os procedimentos apenas tomando os cuidados necessários.

Isso utilizando técnicas funcionais e ainda solicitando a compreensão e parceria dos donos.

Sendo assim, não é preciso ter medo de lidar com os bichinhos de estimação menos calmos.

Afinal, essa seletividade pode até mesmo prejudicar os lucros do seu negócio.

Como melhorar a experiência?

Você decidiu que vai sim atender os cães agressivos em seu negócio. Então, o que fazer agora?

Como já foi falado no tópico anterior, é preciso utilizar um conjunto de fatores para tornar a experiência de banho e tosa em algo seguro para todas as partes envolvidas.

Sendo assim, vamos exemplificar algumas das dicas, para que você entenda melhor e possa começar a aplicá-las.

Utilize técnicas de contenção para cães agressivos

Essas técnicas costumam deixar o animal em uma situação onde não pode machucar o profissional. Entretanto, é preciso realmente saber realizá-la, para que o cão não comece a se debater e um acidente pior não aconteça.

Para isso, é essencial investir em cursos profissionalizantes que ensinem a lidar com cães agressivos.

Converse com os proprietários

Outra ótima solução é ter uma comunicação aberta com o dono do animal, incentivando que ele crie uma rotina agradável com o cão. Isso envolve também o seu estabelecimento, os profissionais que trabalham nele e muita recompensa.

Também não hesite em pedir que o proprietário corte as unhas e faça exercícios com o cachorro antes do procedimento
Para ter eficiência em solucionar esse problema, é preciso identificar a causa da agressividade.

O comportamento agressivo do animal pode surgir por causa de uma estranheza em relação ao local e as pessoas que o estão manipulando, assim como pode ter surgido a partir de um trauma envolvendo esses procedimentos.

Portanto, é preciso novamente contar com a ajuda dos donos para identificar os motivos e trabalhar em uma solução junto com você.

Sem dúvidas, trabalhar se comprometendo com a saúde do animal agradará aos clientes. Consequentemente, trará mais credibilidade ao seu negócio.

Check Also

Higienização dos equipamentos no banho e tosa

Manter a higienização dos equipamentos no banho e tosa é um sinal de profissionalismo que, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *