Home / Banho e Tosa / Pelagem dupla: tosar ou não tosar?

Pelagem dupla: tosar ou não tosar?

Quem possui cães que precisam constantemente de cuidados envolvendo a pelagem sabe o quão é importante essa atenção. Agora quem possui cães que ás vezes qualquer passeio, o cão chama atenção pela pelagem sabe que pode acontecer de muitas pessoas perguntarem a respeito da pelagem.

E neste caso entram na lista os cães de pelagem dupla. A maioria dos cães de pelagem dupla é oriunda de regiões frias e quando essas raças estão no Brasil é comum até escutar criticas sobre os cuidados envolvendo a sua pelagem e uma delas diz a respeito à tosa. E ai? Pelagem dupla deve ou não ser tosada?

 Cães de pelagem dupla

A pelagem dupla está presente em cães como: chow chow, labrador, golden retriever, são-bernardo, pastor-belga, border collie entre outros. Logo o subpelo destes cães é macio, denso e mantém o cão aquecido nas regiões frias em que habitavam.

Mas engana-se que essa pelagem os protege apenas do frio. Especialistas nesta área afirmam também que por a pelagem ser dupla ela cria uma espécie de camada de ar que preserva o animal tanto do calor quanto do frio. Isso mesmo. Logo essa proteção vai promover a manutenção térmica nos animais. Só vai fazer muito mal a eles se a temperatura for bem extrema, ou seja, muito calor ou muito frio.

Lógico que estes animais em regiões muito quentes aqui no Brasil precisam de alguns cuidados. É preciso que eles tenham a disposição muita água para tomar e não passear com eles em períodos que o sol estiver muito quente. O recomendável é mais cedo pela manhã ou à tardinha. Assim ele também não irá se sentir tão exausto fazendo a caminhada.

grooming-1018980_960_720

Tosar ou não tosar?

E eis que essa é uma das polêmicas que envolvem os criadores de cães com pelagem dupla. É correto os deixar serem tosados? Ou manter a pelagem mesmo em períodos quentes, que são bem predominantes aqui no Brasil?

 De acordo com os especialistas não há malefícios de o animal ser tosado. Porém, é preciso um limite e também cuidados logo quando eles chegam a ser tosados. Por exemplo, não deixar o cão exposto ao sol ou ao frio extenso.

 Então essa questão da pelagem é bem variável. Quem não tosa os animais de pelagem dupla opta por também ter uma série de cuidados que inclui escovação diária, cuidando assim para a pelagem não embolar.

 Há também outros especialistas que não recomendam a tosa para cães de pelagem dupla, justamente porque nem todos tosadores conhecem os cuidados que envolve uma tosa em cães de pelagem dupla. O aconselhável é não realizar a raspagem dos pelos porque a camada protege o animal do calor, do frio, da chuva e até mesmo de problemas dermatológicos.

 Dicas gerais

● Escovação deve ser feita com escova de pinos;

● Em casos de sujeira excessiva a tosa higiênica é recomendada;

● Aconselha-se a cortar os pelos próximos das patas para evitar quedas e lesões;

 Qualquer dúvida envolvendo cães de pelagem dupla converse com seu veterinário. Ele poderá esclarecer todas as suas dúvidas!

Check Also

melhor shampoo para spitz

Qual o melhor shampoo para Spitz ?

Aplicar o melhor shampoo para Spitz é o segredo para manter a juba do Spitz …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *