Home / Curiosidades / Perfume em Pets, Sim ou Não ?

Perfume em Pets, Sim ou Não ?

Perfume em cães e gatos: sim ou não?

Quando os clientes levam seus animais de estimação para tomarem banho em um pet shop, eles desejam que os bichinhos retornem bem cheirosos. Como cada vez mais os pets convivem com os seus donos em espaços pequenos, essa ida à loja torna-se frequente para que o apartamento não fique impregnado com o odor dos gatos ou cachorros. Por isso, os profissionais responsáveis por deixarem os animais cheirosos costumam passar perfumes neles após a lavagem, já que a fragrância do shampoo nem sempre é suficiente para dar aquela sensação de higiene. Porém, é importante levar em consideração alguns cuidados na hora de utilizar o produto para que não haja nenhum risco para a saúde e bem-estar do bicho.

posso passar perfume em caes

O primeiro passo é escolher um perfume suave e específico para uso veterinário. Dessa forma, é possível ter a segurança de que os ingredientes são adequados para os nossos companheiros caninos e felinos. Como o olfato é o principal sentido desses animais, é fundamental que não se exagere na quantidade de colônia colocada. Isso porque enquanto um ser humano possui em torno de 5 milhões de receptores olfativos, um cão chega a ter mais de 200 milhões. Ou seja, o aroma do perfume faz com que o bicho não consiga perceber e diferenciar outros cheiros, o que pode deixá-lo desnorteado. A verdade é que os animais, especialmente os cachorros, não gostam do cheiro e o que parece uma dose certa de perfume para uma pessoa representará muito para eles, dada à sensibilidade desse sentido. Portanto, o excesso de perfume indica que os profissionais da loja não compreendem aspectos importantes da fisiologia dos animais e também pode ser visto pelos contratantes como uma maneira de disfarçar um trabalho de higiene que não foi bem feito.

Precauções ainda maiores têm de ser tomadas por quem tem mais de um animalzinho em casa, pois eles se reconhecem, sobretudo, pelo cheiro. Ao alterar o odor natural, próprio de cada cachorro ou do gato, pode causar um estranhamento inicial. Como resultado, é capaz até de haver brigas entre os bichos após o retorno do pet shop. Outro cuidado fundamental para quem faz a limpeza é nunca por o perfume em regiões sensíveis e próximas ao focinho. Da mesma forma, essencial manter-se atento a qualquer sinal de reação alérgica ao artigo de higiene como queda de pelos ou coceiras. Se for caso, é necessário suspender a aplicação e tratar os sintomas rapidamente. Por fim, é possível concluir que os perfumes fabricados para gatos e cachorros são um complemento válido para o banho. No entanto, pelas razões já descritas ao longo do texto, a sua aplicação tem de ser feita na medida certa para não prejudicar os bichinhos. Com parcimônia, o perfume é um bom recurso e que não irá ocasionar problemas. A substância, desde que aprovada para fins veterinários, pode ser empregada após todo banho no pet shop. Indica-se que o procedimento seja realizado com frequência semanal.

Check Also

Posso passar perfume de gente no meu cachorro?

Posso passar perfume de gente no meu cachorro? Todo dono ama ver o seu pet …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *